Saúde da Pele, Cabelos e Unhas

Granuloma Anular

O que é?

Doença benigna, em geral autolimitada (que tem um período limitado e determinado), que acomete especialmente crianças e adultos jovens. Sua causa ainda não está bem esclarecida, embora diversos tipos de estímulos físicos (radiação UV), químicos (vitamina D) e infecciosos (vírus EBV, vírus Varicela zoster, vírus da hepatite C), e algumas doenças (diabetes mellitus, artrite reumatóide, linfomas) têm sido implicados. Pode haver remissão espontânea.

Sintomas:

A manifestação clínica característica é o surgimento de várias lesões arroxeadas ou da cor da pele, sobrelevadas, agrupadas em formato de anel (anular) ou ferradura. Geralmente, não coçam ou coçam pouco e se localizam preferencialmente no dorso das mãos e pés, embora possam ocorrer em qualquer local do corpo. Existem formas clínicas localizadas, generalizadas, subcutâneas e perfurantes que devem ser diferenciadas de várias outras dermatoses. A suspeita diagnóstica clínica pode ser confirmada pelo exame histopatológico da biópsia da pele.

Tratamentos:

O tratamento nem sempre é necessário, como, por exemplo, nos casos localizados e assintomáticos. Quando realizado, o resultado terapêutico é muito variável. Podem ser utilizadas medicações tópicas como creme de corticoide, vitamina E, tretinoína, imiquimod, tracolinus; corticoterapia intralesional; crioterapia; fototerapia; laser; remoção cirúrgica; medicações sistêmicas como hidroxicloroquina, corticoides, dapsona, pentoxifilina, isotretinoína, nicotinamida, ciclosporina, methotrexate e colchicina, entre outros.