Saúde da Pele, Cabelos e Unhas

Larva Migrans

O que é?

Larva migrans, também conhecida como bicho geográfico, é uma infecção que atinge tanto adultos quanto crianças pela característica menos espessa da pele nessa faixa etária. Surgem em decorrência do contato direto da pele com areia na qual estejam presentes larvas de parasitas do gênero Ancylostoma. Comumente caixas de areias de parques infantis ou outros locais arenosos, que foram previamente frequentados por cães e gatos, também infestados, porém no tubo digestivo, por vermes adultos, que liberam ovos que vêm a ser depositados na areia.

Sintomas:

Estes parasitas, ao penetrarem na pele, provocam lesão avermelhada semelhante à picada de insetos, vermelhas e com coceiras. E, nos dias seguintes, a larva faz trajetos sinuosos, pois não consegue alcançar as camadas mais profundas da pele. Essa lesão, tipicamente reconhecida pelo padrão visual das curvas, que formam mapas, ganhou o nome popular de bicho geográfico. Na região glútea, a forma pode ser mais papulosa, e não tanto sinuosa, tornando o diagnóstico mais difícil.

Tratamentos:

A melhora espontânea da larva migrans é incerta, embora possível. Por isso os médicos recomendam que não se espere que ela desapareça. Assim, a forma preferível de se tratar o problema é por meio de consulta médica na qual será apresentada a melhor terapia medicamentosa.

Prevenção:

Essa doença, apesar de benigna, pode e deve ser prevenida, evitando-se o contato direto da pele com a areia encontrada em terrenos nos quais exista a possibilidade de terem sido frequentados por cães e gatos. Da mesma forma é esperado que, quando possível, seja restringido o acesso de animais às caixas de areia de praças e mesmo praias em geral.